DEPUTADO JOÃO RODRIGUES GARANTE VOTO PELO IMPEACHMENT DA PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF.

Com a presença de aproximadamente 200 empresários de Chapecó, o deputado João Rodrigues (PSD), garantiu nesta segunda-feira, dia 11, no programa Café & Negócios promovido pelo Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Sicom), na cantina do Condomínio Cesec (Centro Executivo do Sistema Empresarial de Chapecó), que seu voto no próximo domingo, dia 17, será pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff. A declaração foi dada após o presidente do Sicom, Marcos Antônio Barbieri, manifestar-se favorável pelo processo de afastamento da presidente.

João Rodrigues destacou na sua fala que é o “momento mais importante da República, o possível impeachment da presidente”.  Na abertura do evento, organizado pelo Sicom, o presidente da entidade, o empresário Marcos Antonio Barbieri, disse que esse processo precisa ir até o fim, “porque não podemos continuar na situação que nos encontramos hoje”. Também destacou a importância de posicionamentos firmes diante do clima de incerteza que o país atravessa. Afirmou ser necessário que as instituições e os cidadãos reconheçam e fortaleçam aqueles que trabalham de forma contundente para retomar a credibilidade e a estabilidade política e econômica do país: “Vemos o trabalho do deputado João Rodrigues no Congresso Nacional de forma substancialmente importante para Chapecó e região, não sendo diferente para a representação de Santa Catarina, e assim devemos valorizar e fortalecer”.

Durante quase uma hora, o deputado João Rodrigues tratou do cenário político e dos desdobramentos no âmbito econômico, além de lembrar aos presentes sua história política como ex-prefeito de Chapecó por dois mandatos. Afirmou que na região Oeste de Santa Catarina a crise econômica está chegando devagar, mas já apresenta seus reflexos.  Quanto à votação do processo de impeachment, que está programada para o próximo domingo, 17 de abril, o parlamentar reafirmou sua posição claramente a favor. O deputado citou dados, segundo os quais 85% da população manifestam-se favoravelmente ao impeachment. Lembrou que 9% dos brasileiros encontram-se atualmente desempregados e disse que esse percentual pode vir a aumentar caso o governo continue como está.

João Rodrigues destacou que o impeachment é possível, “mas só se o Brasil for às ruas”. Quanto ao seu voto no próximo domingo, declarou que nunca mudou de lado, nem de posição: “Sem preço, sem oferta, nada em troca, estarei pelo povo a favor do impeachment”.